Lançamento foi hoje no gabinete do prefeito Kireeff. Durante o evento, a CODEL entregou minuta da Lei de Inovação Tecnológica 

lancamento1A CODEL – Instituto de Desenvolvimento de Londrina -) entregou ontem ao prefeito Alexandre Kireeff uma minuta da Lei de Inovação da Tecnologia da Informação, que resulta do trabalho desenvolvido por diversas entidades como ACIL, Sebrae, Senai, APL-TI, Cintec e Sinfor. Baseada em legislações federais e estaduais para o setor, a Lei Municipal de Inovação prevê medidas de incentivo à pesquisa científica e tecnológica; a consolidação dos ambientes de inovação nos setores produtivos e sociais do município de Londrina; e a ampliação da Política Municipal de Ciência e Tecnologia. Entre os benefícios da Lei de Inovação, Andrea Mandelli, diretora de Ciência e Tecnologia da Codel, destaca o estímulo e apoio à formação de alianças para o desenvolvimento de projetos de cooperação entre poder o público municipal, as empresas e as instituições de ensino, visando promover a geração de inovação e negócios.

A apresentação da lei foi feita durante a cerimônia que marcou o lançamento da nova marca para a cidade: Londrina Cidade Genial.  A marca que vai identificar Londrina como Capital da Tecnologia da Informação (TI) também expressa o grande polo tecnológico formado por Londrina e Região Metropolitana, com cerca de 1,2 mil empresas, gerando aproximadamente 14 mil empregos no setor de TI.

A cerimônia contou com a presença de dirigentes de entidades de classes, universidades e setores empresariais que atuam em tecnologia da informação.  Sobre o acontecimento considerado histórico, falaram o presidente da Codel, Bruno Veronesi;  o presidente da APL de TI (Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação), Gabriel Henríquez; o presidente do Sindicato das Empresas de Software do Paraná, Marcus Von Borstel; o presidente da ACIL, Valter Luiz Orsi; e o prefeito Alexandre Kireeff.

Ao mostrar o entusiasmo da classe empresarial pelo avanço tecnológico de Londrina, o presidente da ACIL disse que a cidade é privilegiada em termos de tecnologia e deve mostrar isso. E resumiu a iniciativa numa frase: “Na área de TI, muitos querem ser e não são; Londrina já é um grande centro tecnológico, mas precisa mostrar que é.”

O prefeito Kireeff fez um relato sobre o cenário tecnológico e citou as etapas do avanço do setor. Aproveitou para dar a notícia de que na quinta-feira a Câmara Municipal aprovou medida importante para a cidade: a Sercomtel assume a prestação de serviços de manutenção, expansão e melhoria do sistema de iluminação pública municipal. E, dirigindo-se aos vereadores presentes na oportunidade, Kireeff disse que o Executivo vai continuar precisando do apoio da Câmara Municipal para novos projetos de melhoria para a cidade.lancamento2
Destacando a oportunidade do projeto Cidade Genial e parabenizando a todos pela ideia, Kireeff lembrou que, além da TI, a cidade é genial também na música, nas artes e no esporte.

A genialidade de Londrina se justifica pela posição do município nos seguintes ícones, destacados pelas entidades locais:

– É genial ter uma indústria de TI com 1,2 mil empresas, companhias multinacionais ao lado de startups e aproximadamente 14 mil empregos no setor.

– É genial ter 14 universidades, 40 mil alunos matriculados no ensino superior, 19 escolas técnicas e formação continua de mão de obra altamente qualificada.

– É genial ter sido escolhida, entre mais de 5 mil municípios brasileiros, como cidade que  vai  sediar o Instituto Senai de Tecnologia, voltado para a área de TI.

– É genial ter uma empresa  local de telefonia e telecomunicações situada no município  entre as melhores do País, por onde passam todas as operações de internet do Sul do Brasil.

– É genial dispor de conexão por fibra óptica com todo o planeta.

– É genial investir em segmentos empresariais sustentáveis, não-poluidores e com grandes perspectivas de crescimento.

– É genial colocar todo esse desenvolvimento tecnológico a serviço das cadeias produtivas locais e das políticas públicas da área social.

– Afinal de contas, uma cidade como Londrina não tem uma única vocação – mas uma multiplicidade de talentos que refletem o caráter multicultural de nossa terra.

Fonte: http://www.londrina.pr.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=20634%3Alondrina-cidade-genial&catid=108%3Adestaques&Itemid=288