Skip to Content

About: Admin

Recent Posts by Admin

Londrina é vista como Capital de TI

Nova marca identifica Londrina como capital da TI

Instituto Senai de Tecnologia em Informação e Comunicação é um dos ativos do projeto

A campanha Londrina Cidade Genial, que tem o propósito de apresentar a cidade do Norte do Paraná como a capital da Tecnologia da Informação e Comunicação, foi lançada na última segunda-feira (20). A iniciativa é de um grupo de entidades, tendo a frente a Associação Comercial e Industrial de Londrina (ACIL).
Um dos principais ativos do projeto é o Senai, entidade do Sistema Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), que vai inaugurar em 2015, na cidade, o Instituto Senai de Tecnologia da Informação e Comunicação. “A proposta é aglutinar todas as forças existentes na área na cidade e criar uma nova identidade para Londrina, buscando atrair novos investimentos”, destaca o gerente do Senai em Londrina, Almir Schenfeld.
O conceito da campanha busca uma nova identidade para a cidade, que por muito tempo foi conhecida como a capital mundial do café, título perdido desde que os cafezais da região foram dizimados por uma forte geada em 1975.
“A proposta agora é trabalhar para difundir o grande potencial da cidade na área e colocar Londrina no circuito das cidades digitais, favorecendo a instalação de empresas”, destaca Schenfeld. Ele informa que a previsão é inaugurar o Instituto Senai de Tecnologia da Informação e Comunicação no segundo semestre de 2015. “Mesmo antes da inauguração, o Senai já está atuando fortemente nesta área com as estruturas hoje disponíveis”, informa o gerente da instituição.
Além do IST, Londrina responde por metade das certificações digitais do Paraná, conta com 1,2 mil empresas da área com 14 mil profissionais, 14 universidades, 19 escolas técnicas, uma operadora de telefonia local e um dos principais Arranjos Produtivos Locais (APL) do País.
Durante o lançamento da campanha, as entidades reunidas entregaram ao prefeito Alexandre Kireeff, a minuta de uma lei de inovação para o município, proposta pelo Conselho de Ciência e Tecnologia e Conselho de Desenvolvimento de Londrina (Codel). A minuta deve ser encaminhada pelo prefeito à Câmara Municipal.
Participaram do evento as seguintes entidades: Associação Comercial e Industrial (ACIL), Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação (APL de TI), Associação dos Profissionais de Propaganda de Londrina (APP Londrina), Instituto Senai de Tecnologia (IST), Central de Inovação, Desenvolvimento e Negócios Tecnológicos (Cintec), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Sindicato das Empresas de Software do Paraná (Sinfor).

Fonte: http://www.agenciafiep.com.br/noticia/nova-marca-identifica-londrina-como-capital-da-ti/

0 0 Continue Reading →

Novo selo de Londrina

Com novo selo, Londrina abandona café para abraçar tecnologia

Nova marca, lançada ontem, representa uma série de ações para impulsionar o setor de TI. Projeto de lei prevê porto digital

 

“Londrina, Cidade Genial”. Esta é a nova marca que a Prefeitura e entidades locais criaram para identificar Londrina como um centro de Tecnologia da Informação (TI). A iniciativa, que também contempla um projeto de lei para o setor, foi apresentada ontem no gabinete do prefeito Alexandre Kireeff (PSD).

Durante muitos anos, Londrina foi conhecida como a Capital Mundial do Café, mas as características da cidade mudaram e agora, prestes a completar 80 anos, o Município viu a necessidade de estabelecer uma nova identidade. Para isso, apostou em dois pilares bastante fortes na cidade: conhecimento e tecnologia.

A escolha do novo conceito foi pautado por um conjunto de fatores, como tamanho e importância da indústria de TI, que possui 1,2 mil empresas na região e gera aproximadamente 14 mil empregos diretos; a presença de 14 universidades e 19 escolas técnicas; o fato de a cidade ter um Arranjo Produtivo Local (APL) entre os mais ativos do país; ter também uma companhia de telefonia e telecomunicações local; ter sido escolhida para sediar o Instituto Senai de Tecnologia voltado exclusivamente para a área de TI; entre outros.

Para Gabriel Henriquez, presidente do APL de Tecnologia de Informação em Londrina e Região, a identidade é um ponto de partida para uma nova história. “Se a gente tinha uma boa história do café para contar, a gente cria uma nova história agora. Limpa, sem pedágios, sem a necessidade de portos.”

“O cenário já nos é favorável pela quantidade de instituições de ensino superior. A própria Sercomtel é destaque como provedora de serviços de comunicação, de dados e, agora, de energia elétrica. Temos o ISS Tecnológico e outros marcos regulatórios que nós estamos desenvolvendo para tornar cada vez mais atrativo o caminho para empresas deste setor”, afirmou o prefeito Alexandre Kireeff (PSD).

Porto digital

Durante o evento, Kireff recebeu o texto do projeto de lei da Inovação, elaborado pelo Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), após iniciativa de entidades como a Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil) e o Arranjo Produtivo Local (APL) de TI.

Segundo o presidente da Codel, Bruno Veronesi, a iniciativa deve aproximar os dois setores. “A gente percebe que o pessoal de TI é muito unido entre eles. O apoio do poder público era dado de uma forma muito incipiente, até mesmo marginal”, avaliou.

Um dos exemplos citados por Veronesi para exemplificar essa falta de comunicação direta é o fato de existir empresas em Londrina que desenvolvem programas de computador voltados para a gestão pública, mas que não prestam serviços para a Prefeitura. Essa integração já havia sido discutida no início do mês durante a rodada regional do Congresso Paranaense de Cidades Digitais. Na época, foram apresentadas ideias como a marcação de consultas nas Unidades Básicas de Saúde pela internet.

Entre as mudanças propostas pela lei, que ainda deve ser apresentada por Kireeff à Câmara de Vereadores, está a criação de um Porto Digital, nos moldes do que já foi feito em Recife (PE). “Eles escolheram uma região que estava muito degradada e deram incentivos às indústrias de TI para se instalarem naquele local”, explicou o vereador Fábio André Testa (PPS), líder do prefeito na Câmara. O local ainda não foi determinado.

Certificação digital

Outro dado que reforça a nova estratégia, são os números de emissão de certificação digital. De todas as empresas certificadas no Paraná, metade delas estão instaladas em Londrina. A certificação é o meio encontrado pelas empresas para garantir a autenticidade de documentos enviados pela internet. Chaves de criptografia e embaralhamento de dados são os substitutos do carimbo e da assinatura feita a caneta. Empresas como bancos, por exemplo, utilizam certificação digital para que os clientes tenham certeza de que estão em ambiente seguro enquanto fazem transações eletrônicas.

Para o presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Bruno Veronese, os números impressionam. “É uma realidade que nós mesmos desconhecíamos”, disse.

Fonte: http://www.agilizarecebiveis.com.br/Informativo/348/com-novo-selo-londrina-abandona-cafe-para-abracar-tecnologia

0 0 Continue Reading →

Londrina de identidade nova

Setor de TI representa a nova identidade de Londrina

Marca “Londrina Cidade Genial” vai identificar Londrina como “Capital da Tecnologia da Informação” e enaltece o grande polo tecnológico formado por cerca de 1,2 mil empresas no setor

Londrina já foi reconhecida como a “capital mundial” do café, nos anos 1960. Após a geada negra, em 1975, que dizimou a produção do “ouro verde” no norte do Paraná, a cidade mudou a sua vocação. Prestes a completar 80 anos, Londrina se destaca por ser um polo no setor de Tecnologia da Informação (TI). A área é considerada um dos pilares de desenvolvimento local e, por essa razão, foi escolhida para ser a nova identidade de Londrina. No dia 20 de outubro, a marca “Londrina Cidade Genial” foi apresentada no gabinete do prefeito Alexandre Kireeff.

A escolha do novo conceito foi pautada por um conjunto de fatores, como tamanho e importância o segmento de TI, que possui 1,2 mil indústrias na região e gera aproximadamente 14 mil empregos diretos. A cerimônia contou com a presença de dirigentes de entidades de classes, universidades e setores empresariais que atuam em tecnologia da informação, como o presidente da APL de TI (Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação), Gabriel Henríquez; o presidente do SINFOR, Marcus Von Borstel; o presidente da ACIL, Valter Luiz Orsi; e o prefeito Alexandre Kireeff.

Na opinião do presidente do SINFOR, vários fatores contribuem para que Londrina seja uma cidade “genial”. “É genial ter 14 universidades, 40 mil alunos matriculados no ensino superior, 19 escolas técnicas e formação continua de mão de obra altamente qualificada. É genial ter sido escolhida, entre mais de cinco mil municípios brasileiros, como cidade que vai sediar o único Instituto Senai de Tecnologia, voltado para a área de TI. É genial ter a Sercomtel, uma empresa local de telefonia e telecomunicações entre as melhores do país”, destacou Marcus Von Borstel.

“Por todos esses motivos, o SINFOR, o APL de TI de Londrina e Região e a CINTEC (Central de Inovação, Desenvolvimento e Negócios Tecnológicos), que são as entidades relacionadas ao setor de TI de Londrina, reconhecem que a cidade tem um ambiente privilegiado para o desenvolvimento do setor. Além disso, Londrina também é genial ser promover políticas públicas que fomentam o empreendedorismo e o crescimento profissional”, avaliou o presidente do sindicato.

Fonte: http://www.fiepr.org.br/boletimsindical/sinforpr/News19939content264960.shtml

0 0 Continue Reading →

Londrina assume nova marca

Londrina assume nova marca: “Cidade Genial“

O prefeito Alexandre Kireeff e o presidente da Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil), Varter Orsi, lançaram nesta segunda-feira (20), na prefeitura, a nova identidade para o município: Londrina, Cidade Genial.

Tanto Kireeff como Orsi destacaram a importância da Sercomtel, empresa de telecomunicações londrinense, para o processo de desenvolvimento local e regional. Kireeff ainda enfatizou a força criativa da cidade não apenas na tecnologia, mas em vários outros setores, citando como exemplo o movimento cultural. O presidente da Sercomtel, Christian Schneider que neste quadro de valorização da Tecnologia da Informação “a produção de conteúdos é muito importante, porque alimenta a economia digital”.

A proposta da prefeitura e entidades locais pretende, neste ano em que Londrina comemora seu 80.o aniversário, substituir a denominação de Capital do Café, identificada com um ciclo econômico que vigorou até a década de 1970, por outra relacionada ao momento atual e de alcance global.

A nova marca de Londrina está essencialmente ligada a dois valores cultivados na cidade: tecnologia e conhecimento. Participam da iniciativa as seguintes entidades:

ACIL – Associação Comercial e Industrial de Londrina
APL de TI – Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação
APP Londrina – Associação dos Profissionais de Propaganda de Londrina
IST – Instituto Senai de Tecnologia
Cintec – Central de Inovação, Desenvolvimento e Negócios Tecnológicos
Prefeitura Municipal de Londrina
Sebrae Londrina – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas
Senai Londrina – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
Sinfor – Sindicato das Empresas de Software do Paraná

Fonte: http://home.sercomtel.com.br/w/noticias/detalhes.asp?nrseq=382091

0 0 Continue Reading →

Londrina, cidade ligada a tecnologia

Londrina deixa de ser capital do café para ser “cidade genial”

Durante muitos anos, Londrina foi a Capital Mundial do Café. Agora, deixa de ser uma cidade agrícola para ser uma cidade ligada a tecnologia. Visando atrais novos investidores, diversas entidades, entre elas a Associação Comercial e Industrial (ACIL), apresentaram na última segunda (20), uma nova marca para o município: Cidade Genial.

Além da ACIL, também participaram da apresentação da nova marca, o Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação, Central de Inovação, Desenvolvimento e Negócios Tecnológicos, Sebrae, Senai, Sercomtel e Sindicato das Empresas de Software. O presidente do Arranjo Produtivo Local, Gabriel Henriquez, destacou que Londrina um histórico no setor de TI que se desenvolve desde a década de 1990.

Nove municípios da região têm 1,7 mil empresas de Tecnologia da Informação (TI). Elas estão instaladas em Londrina, Cambé, Ibiporã, Rolândia, Apucarana, Arapongas, Uraí, Jataizinho e Cornélio Procópio. O número expressivo foi levado em conta pela Prefeitura de Londrina para a formulação da nova identidade do município. A “cidade genial” quer se tornar um polo nacional de TI e explorar ativos já existentes, mas, até então, desconhecidos pelo poder público e sociedade civil organizada.

Senai participa

 

Segundo o Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Idel), Londrina recebeu grandes multinacionais de TI nos últimos anos. A cidade tem 14 universidades com cerca de 40 mil alunos e cursos voltados para o setor tecnológico, além da Sercomtel, telefonia pública aberta a novidades e que conta com a fibra óptica da Copel. “Os ativos são variados e precisam ser utilizados em novos projetos”, destacou a diretora de Ciência e Tecnologia do Idel, Andrea Mandelli. A cidade também foi escolhida, entre mais de 5 mil municípios brasileiros, como a cidade que vai sediar o Instituto Senai de Tecnologia voltado exclusivamente para a área de TI.

O projeto de lei deve ser enviado à Câmara de Vereadores para regulamentar a parceria entre o poder público e as empresas da cidade. “A iniciativa pretende incentivar a aliança entre município, empresas e instituições de ensino. Fazer com que as partes fechem alianças e que essas alianças gerem novos negócios e investimentos”, explicou Andrea.

Outro dado significativo revelado por Andrea coloca Londrina como uma das cidades do país que mais emite certificação digital. “O município é responsável por 50% de todos os certificados emitidos no Paraná. Se Londrina fosse um estado, ela seria o quinto do país em criação de novos softwares”, listou.

Fonte: http://noticiasparana.com/londrina-deixa-de-ser-capital-cafe-para-ser-cidade-genial/

0 0 Continue Reading →

Porque Londrina é genial?

Porque Londrina agora é uma cidade Genial?

Segundo o dicionário informal o Significado de Genial vem do adj. Inspirado pelo gênio: obra genial, que é dotado de talento, de gênio, pró criativo, fecundante.

Mas o que há de tão genial em Londrina?

Durante anos, Londrina foi a Capital Mundial do Café.Toda historia de Londrina girava em torno desta agricultura que abrilhantou Londrina.

Londrina agora esta despontando em um outro setor e esta ganhando grandiosidade nacional. O setor da tecnologia. Por tudo que vem acontecendo, pelos talentos que reúne e pela cultura e criatividade que as pessoas demonstram, pode ser agora chamada de Londrina Cidade Genial.

A palavra GENIAL tem tudo a ver com Londrina e promete trazer com esta identidade uma nova energia de negócios e empreendimentos paranossa nova identidade4 a cidade.

Se o primeiro título como Capital do Café fazia referência ao mais importante fruto da terra até 1975, a nova marca simboliza dois valores que germinaram em Londrina nos últimos anos: a tecnologia e o conhecimento.

Estamos prontos e abertos para esta nova identidade, uma nova ideia, um novo rumo. E você cidadão londrinense faz parte dessa nova marca.

Todo este novo conceito gerou uma grandiosa campanha de marketing para fixar esta nova imagem da cidade como polo internacional de tecnologia e conhecimento. Mas tudo isso só terá sentido junto com os cidadãos de Londrina. A tecnologia e inovação e feita por pessoas e para as pessoas.

O lançamento oficial foi feito nesta segunda feira no gabinete do prefeito, e contou com diversas entidades e pessoas do setor.

Londrina foi invadida nos últimos tempos por uma serie de eventos de tecnologia, basta citar um evento recente a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que aconteceu na ultima semana. Você tem ainda alguma duvida sobre Londrina ser genial?

Fatores que justificam a escolha da marca Londrina Cidade Genial:

Londrina conta com um setor de indústrias de TI com 1,2 mil empresas na região, companhias multinacionais ao lado de startups e aproximadamente 14 mil empregos no setor.

Londrina tem 14 universidades, 40 mil alunos matriculados no ensino superior, 19 escolas técnicas e formação contínua mão de obra altamente qualificada.

Nosso APL de TI esta entre um dos mais ativos do País em todos os segmentos.

Foi escolhida, entre mais de 5 mil municípios brasileiros, como a cidade que vai sediar o Instituto Senai de Tecnologia voltado exclusivamente para a área de TI.

nossa nova identidade3Tem uma companhia local de telefonia e telecomunicações situada entre as melhores do País, por onde passam todas as operações de internet do Sul do País.

Londrina conta com um Parque Tecnológico que esta em construção, e que foi pensado para a consolidação de Londrina como polo de tecnologia, materializando a intenção do Município de Londrina de qualificar o desenvolvimento econômico da cidade, aumentando sua atratividade e adicionando valor (conhecimento) a seus produtos e serviços.

Considerando os ativos tecnológicos existentes em Londrina e região e as conseguintes potencialidades de negócios e de desenvolvimento, foram definidas duas grandes áreas prioritárias para o Parque Tecnológico de Londrina: biotecnologias (setor agroindustrial, da saúde e do meio ambiente) e tecnologias da informação (softwares, telecomunicações).

Existem vários outros movimentos tecnológicos em Londrina, aumentando ainda mais este ecossistema, e estão por vir muitas outras novidades do setor.

Este lançamento vai entrar para a historia de Londrina na área de educação e desenvolvimento da cidade. Vai atrair olhares de vários setores interessados neste ecossistema promissor.

Afinal, a gente sabe. É genial viver em Londrina!

Fonte: http://www.bonde.com.br/?id_bonde=1-31–154-20141021

0 0 Continue Reading →

Londrina Cidade Genial – Prefeitura e ACIL

Prefeitura e ACIL apresentam nova identidade de Londrina: “Cidade Genial”

nossa nova identidade3Na manhã de hoje (20), no gabinete do prefeito Alexandre Kireeff, foi apresentado o projeto que pretende mudar a identidade da cidade. Prestes a completar 80 anos, Londrina que já foi conhecida como a Capital Mundial do Café, passará a ser denominada como “Cidade Genial”. Essa iniciativa pretende colocar Londrina como uma das grandes no cenário tecnológico nacional.

Londrina foi escolhida para sediar o Instituto Senai de Tecnologia. A Marca “Cidade Genial” está ligada a dois valores cultivados na cidade: tecnologia e conhecimento.

Para o presidente do Arranjo Produtivo Local, Gabriel Henriquez, a cidade está passando por uma mudança no cenário tecnológico. “Nós estamos trabalhando desde 2006 junto com empresários e entidades, para fortalecer o segmento de Tecnologia de Informação(TI) em nossa região. E chegamos a conclusão de que uma nova história está sendo construída aqui em Londrina, uma história limpa, que não precisa de portos ou pedágios e não agride a natureza.”

Para ele, Londrina vai se tornar uma referência na área tecnológica em todo o país. “Temos hoje mais de 1200 empresas que são do segmento, além das universidades que todo ano estão formando novos talentos na área, com isso Londrina tem tudo para ser referência em TI no Brasil.”

Em seu discurso, o prefeito Alexandre Kireeff, destacou que Londrina possui hoje 50% dos certificados de alto nível de empresas de setor de todo o estado. Ele ainda citou que se Londrina fosse um estado, estaria em quinto lugar em todo o país no que se diz respeito a certificações de empresas digitais.

Kireeff contou que essa ideia consolida aquilo que a cidade já apresenta. “Esse projeto é a consolidação do que já existe em Londrina. Uma atividade econômica voltada a Tecnologia de Informação e Comunicação muito forte.”

Para concluir, o prefeito mostrou que Londrina não vai perder suas raízes com essa nova identidade. “As raízes nunca vão se perder. Londrina jamais deixaria de ser a Capital Mundial do Café, sempre seremos “Pés Vermelhos”, porém a partir de agora seremos também uma Cidade Genial.”

Participaram do evento: Associação Comercial e Industrial (ACIL), Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação (APL de TI), Associação dos Profissionais de Propaganda de Londrina (APP Londrina), Instituto Senai de Tecnologia (IST), Central de Inovação, Desenvolvimento e Negócios Tecnológicos (Cintec), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Sindicato das Empresas de Software do Paraná (Sinfor).

Fonte: http://www.jornaluniao.com.br/noticias?noticia=33051

0 0 Continue Reading →

Novo conceito em Londrina

Londrina quer status de capital mundial da tecnologia da informação

O novo conceito para Londrina foi apresentado nesta segunda-feira (20) no gabinete do prefeito Alexandre Kireeff

 

novo conceitoDurante muitos anos, Londrina foi a Capital Mundial do Café. Por tudo que vem acontecendo, pelos talentos que reúne e pela cultura e criatividade que as pessoas demonstram, pode ser agora chamada de Londrina Cidade Genial.

O novo conceito para Londrina foi apresentado nesta segunda-feira (20) no gabinete do prefeito Alexandre Kireeff.

Às vésperas de completar 80 anos, já estava na hora de Londrina assumir essa múltipla vocação tecnológica e mostrar ao mundo tudo aquilo que já realizou nos anos recentes, vem realizando hoje e vai realizar no futuro próximo. Hoje a Prefeitura e as entidades locais e a Prefeitura acreditam que estamos no momento certo para adotar uma nova identidade, uma nova ideia, um novo rumo. E você faz parte dessa nova marca.

Esse novo conceito inspirou uma campanha de marketing com vistas à fixação da imagem da cidade como polo internacional de tecnologia e conhecimento. Mas o principal responsável por essa identidade é você, cidadão de Londrina.

“Londrina Cidade Genial”. Esta é a nova marca que a Prefeitura e entidades locais criaram para identificar Londrina para o mundo como a capital da Tecnologia da Informação (TI). A iniciativa foi apresentada na manhã desta segunda-feira (20) no gabinete do prefeito Alexandre Kireeff (PSD).

Durante muitos anos, Londrina foi conhecida como a Capital Mundial do Café, mas as características da cidade mudaram e agora, prestes a completar 80 anos, o Município viu a necessidade de estabelecer uma nova identidade. Para isso, apostou em dois pilares bastante fortes na cidade: conhecimento e tecnologia.

A nova marca de Londrina

A escolha do novo conceito foi pautado por um conjunto de fatores, como tamanho e importância da indústria de TI, que possui 1,2 mil empresas na região e gera aproximadamente 14 mil empregos diretos; a presença de 14 universidades e 19 escolas técnicas; o fato de a cidade ter um Arranjo Produtivo Local (APL) entre os mais ativos do país; ter também uma companhia de telefonia e telecomunicações local; ter sido escolhida para sediar o Instituto Senai de Tecnologia voltado exclusivamente para a área de TI; entre outros.

 

Fonte: http://www.frizz.com.br/noticias/102178/londrina-quer-status-de-capital-mundial-da-tecnologia-da-informacao.shtml

0 0 Continue Reading →

Mapa das Startups de Londrina e Região

APL de TI de Londrina lançou um mapa colaborativo do ecossistema de startups de Londrina e região.

 

mapa startupsLondrina e uma cidade genial, segundo o dicionário informal o Significado de Genial vem do adj. Inspirado pelo gênio: obra genial, que é dotado de talento, de gênio, procriativo, fecundante. Genial em tecnologia, com muitas empresas inovadoras consolidadas e sendo criadas. Como conectar estas empresas e promover ainda mais este ecossistema criativo?

APL de TI de Londrina pensando nisso lançou um mapa colaborativo do ecossistema de startups de Londrina e região.

O mapa foi criado pelo pessoal da agencia Enter X Design que atua na área de internet e marketing online desde 2001 e a empresa Mystra Tecnologia que é uma startup fundada em 2014 que desenvolve sistemas inovadores de integração de dados. A Mystra foi fundada a partir da empresa OniriaTech, assim a Mystra já possui ampla experiência para atender qualquer tamanho de projeto de tecnologia.

Pedro Casagrande da Mystra comentou sobre a importância do mapa colaborativo: “Londrina sempre contou com um ecossistema inovador, seja em empreendimento de tecnologia da informação e comunicação seja em projetos de startup dos mais variados ramos. Assim todos atores envolvidos podem ser mapeados para trabalharem juntos de forma à criar mais sinergia e desenvolvimento para a região”

Gabriel Henriquez presidente da APL de TI de Londrina comentou sobre o projeto: “O desenvolvimento de uma cidade ou região está diretamente ligada à capacidade desta produzir e gerar riquezas para a sua comunidade, para as pessoas que lá vivem.”

Gabriel que também e dono da startup Cuke fala sobre ecossistema de startups: “Por isso, o estímulo a criação de empresas inovadoras, de novos modelos de negócio, em seus processos, produtos ou serviços, potencializa o desenvolvimento local e a cria oportunidades a empreendedores realizarem seus objetivos ao serem apoiados por um ambiente propício para tal, um ecossistema que os auxilie e lhes proporcione ferramentas ao desenvolvimento de seu empreendimento.”

Gabriel ainda destaca: “É genial podemos reconhecer em nossa cidade esta capacidade de desenvolvimento, articulação e apoio às startups, e o mapeamento dos envolvidos neste processo (entidades de apoio, ambientes colaborativos, instituições de ensino, startups, etc.) ajudará os empreendedores a se envolverem, participarem, a serem reconhecidos e apoiados pelo nosso ecossistema. ”

Este mapa pode ser uma ótima fonte de informações para investimentos e parcerias, vale a pena conhecer e participar.

Além de possibilitar a criação de um ambiente favorável para o ecossistema de startups locais, o mapa também oportuniza reunir fornecedores de serviços para startups e agencias de apoio, entidades governamentais, universidades, ideal para a troca de experiências em um ecossistema. Afinal, Londrina é uma cidade Genial!

Se sua empresa pertence a alguma categoria indicada, pedimos que efetive o cadastro para que possa encontrar outras empresas e ser encontrado.

O funcionamento é simples. Para usar o mapa, basta usar o login do gmail e cadastrar sua empresa ou entidade. Você tem filtros para empresas, espaços de co-working, incubadoras, aceleradoras, espaços (colaboração mútua de desenvolvimento) venture capital e investidores anjo .

Uma vez logado, dentro do mapa, é possível cadastrar novas startups (inserindo nome, endereço na web, endereço físico, descrição da startup e tags – basta clicar em marcar no mapa).

O Londrina Startup está sendo alimentado pela própria comunidade de startups de Londrina, e também conta com o apoio de uma equipe reduzida da APL de Ti.

Fonte: http://portalapl.ibict.br/noticias/noticiasAPL/noticias-2015/06-03-2015_NOTICIA_APL_de_TI_de_Londrina_lanxa_mapa_das_Startups_da_regixo

 

0 0 Continue Reading →

Senai participa do projeto “Cidade Genial”

Senai Londrina participa do projeto “Cidade Genial”

Senai participaNo ultimo dia 20 de novembro pela manhã, ocorreu no Gabinete do prefeito Alexandre Kireeff, a apresentação do projeto “Cidade Genial”, que tem por objetivo mudar a identidade da cidade de Londrina que está prestes a completar 80 anos e já foi conhecida como a Capital Mundial do Café.
A iniciativa tem por objetivo colocar Londrina no cenário tecnológico nacional uma vez que tem potencial em tecnologia e conhecimento, bem como foi escolhida para sediar o Instituto Senai de Tecnologia da Informação e Comunicação que está em construção na unidade londrinense com uma área construída de aproximadamente 8.500m².
Segundo o prefeito de Londrina Alexandre Kireeff, “Se Londrina fosse um Estado estaria em quinto lugar em todo o país no que se diz respeito a certificações de empresas digitais. Assim esse projeto é a consolidação do que já existe em Londrina. Uma atividade econômica voltada a Tecnologia de Informação e Comunicação muito forte.” (Fonte: Jornal União).
Na ocasião o Instituto Senai de Tecnologia (IST) esteve representado pelo gerente do Senai em Londrina, Almir Gaspar Schenfeld que destacou “o orgulho da unidade londrinense em fazer parte da história e das mudanças positivas realizadas em Londrina”
Participaram do evento Associação Comercial e Industrial (ACIL), Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação (APL de TI), Associação dos Profissionais de Propaganda de Londrina (APP Londrina), Central de Inovação, Desenvolvimento e Negócios Tecnológicos (Cintec), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Sindicato das Empresas de Software do Paraná (Sinfor).

Fonte: http://senailondrina.com.br/tag/cidade-genial/

0 0 Continue Reading →

 

Recent Comments by Admin

    No comments by Admin